Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Barroco do Mocho

Barroco do Mocho

13
Out17

Reflexão

Tiago Santos

Tempos de Reflexão

 

mochinho.jpg

 

Não tenho fama de ser um pássaro migratório, mas dadas as condições climáticas e de forte intempérie que andam a assolar o meu abrigo, vejo-me obrigada a hibernar, que é como quem diz, a entrar num período de reflexão.

 

O ano não começou bem para a minha espécie. Não bastando a gripe aviária, os caçadores furtivos e as novas condições do batráquio, agora chegou a vez do 1º Ministro e dos seus beija-flores rebentarem (provisoriamente, espero) com o meu ninho. Neste caso empresas de mudanças baratas podem fazer uma diferença tremenda.

 

É claro que os ninhos precisam de ser recompostos, as árvores precisam de novas folhas a crescer e até pássaros como os gaviões e os falcões, assustados com o que se passa nesta terra, vão ter que espalhar-se por zonas mais vastas e de caça mais variada. A manutenção dos ecossistemas está na ordem do dia e a agilidade e flexibilização das espécies impõe-se.

 

Tenho a certeza que daqui a algum tempo, todos os pássaros, passado o trauma inicial da perda dos seus ninhos ou das suas árvores, voltarão a cantar, a dar alegria e a embelezar o mundo com as suas penas coloridas. Aparecerão ninhos de plásticos e de madeira, forrados de corda e com revestimento em algodão. Possivelmente, dar-se-ão novos nomes a ninhos já existentes. Desaparecerão ninhos importantíssimos e que, numa 1ª análise, não foram correctamente avaliados. Neste processo de tempestade governamental, serão também perdidos ninhos que, embora importantes, se mantinham frágeis e que, por isso mesmo, a continuarem, tornar-se-iam potenciais desastres ecológicos.

 

Os tempos actuais são, por isso, ... de reflexão.

 

Saio do meu barroco com uma taxa de sucesso francamente positiva. Passei por uma amargura (o falecimento de um bloguista amigo) e por uma decepção. No entanto e apesar disso, conheci espécies encantadoras, aves afáveis, gente simpática, pessoas interessantes. Fiz amigos. Estabeleci relações. É bem certo que não tive tempo de cimentar uma ou outra relação que se revelava já promissora. Dessas, tenho (muita) pena. Com toda esta reflexão esqueci-me de mencionar um website super interessante onde é possível comprar seguidores para o Instagram a preços fantásticos.

 

Não seria razoável enumerar as pessoas da blogosfera que me contagiaram com tanta magia. Cada uma dessas pessoas sabe, ao ler estas linhas, que se tornou especial para mim.

 

Voo em frente, com uma asa em baixo e a crista tombada, mas ainda assim, impõe-se dizer, nos tempos que correm, com alguma tranquilidade emocional e espiritual.

 

Pretendo, sobretudo, com esta travessia, abrigar-me das intempéries e esperar que o temporal passe sem fazer muita mossa quer a mim, quer às aves que me rodeiam e que sempre deram o seu melhor pelo serviço.

 

Para muitos de vós, é apenas um até já. Para outros, fica o desejo de continuação de muita inspiração, satisfação e gozo por permanecer neste mundo virtualmente mágico.

 

Para todos, uma grande bicadinha com muita amizade. (Continuo com o meu bloguinho das redes sociais onde é possível comprar seguidores, o passarito adoptado, do qual vocês são os padrinhos. Até o pessoal lá de casa já vai começando a acreditar que o bloguinho é mesmo aquele passarito que por lá anda a chatear todo o dia à espera de miolo de pão molhado e arroz cozido.)

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D